terça-feira, 1 de julho de 2014

Burguesia Provinciana

A burguesia industrial e comercial brasileira é a mais provinciana que existe! Defende um ensino público de baixa qualidade para que a estrutura social do país se mantenha da maneira que conhecemos. No entanto, não percebe que a baixa qualidade educacional do nosso país faz com que nossas indústrias permaneçam menos produtivas do que as indústrias estrangeiras, pois, nossos alunos saem do ensino médio semi-analfabetos.

O governo tem se vangloriado de diminuir o analfabetismo no país. No entanto, sabemos que isso é a maior falácia que nos querem fazer engolir.

Recentemente, conversando com os meus alunos sobre suas dificuldades de aprendizado em minha disciplina, fui surpreendido por um depoimento estarrecedor de uma aluna:

" Professor, comecei estudar em 2010. Me disseram que eu era alfabetizada, sem nunca ter passado pela a alfabetização. Me colocaram na 1ª série. Hoje estou no 2º ano do Ensino Médio."

A aluna estudou da 1ª série do ensino Fundamental até o 2º ano do Ensino Médio em apenas 4 anos. É óbvio que se o aluno não for um superdotado (algo raro no ensino público), pouca coisa ele terá de oferecer à sociedade quando terminar o Ensino Médio. 
Os nosso políticos querem números para servirem de propaganda política. Resolver de forma efetiva os problemas da educação, não está nos inúmeros programas de governo dessa classe desonesta. 

Quem teria força para fazer pressão junto aos políticos (os empresários), são os primeiros interessados em que a precariedade do sistema educacional continue do jeito que está. Vale ressaltar que é um interesse burro, pois são os primeiros a serem prejudicados, ao receberem cotidianamente, profissionais sem capacidade de lidar com os problemas dentro de uma empresa, limitando drasticamente sua produção.

Como iremos concorrer com a Coréia do Sul, China e Japão, por exemplo? Esses países colocaram a educação como prioridade nas últimas décadas e olha o que aconteceu!!!!!! Viva ao provincianismo dos nossos burgueses!!!! Viva!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário